Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

1. Dia (Dom) – Recife / Tour Histórico

Imagem
Em 1637, Maurício de Nassau assumiu o governo de Pernambuco. Liderou uma revolução urbana no Recife: muitas ruas e pontes foram construídas. Visitaremos a cidade, incluindo a Praia e Igreja de Boa Viagem, Rios Capibaribe e Beberibe e suas pontes, Capela Dourada. Passagem pelo Forte das Cinco Pontas, Ruas do Sol e da Aurora, Forte do Brum, Pátio de São Pedro, Campo das Princesas, Ponte Maurício de Nassau (local da mais antiga do Brasil). Visitaremos Olinda, Capital de Pernambuco até 1937, possui importante conjunto arquitetônico colonial e por isso em 1982 seu centro histórico foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, Cidade Monumento Histórico e Artístico Universal.

2. Dia (Seg) – Recife / Ingá / Areia / Cariri

Imagem
Após café da manhã, seguiremos para Ingá, onde se encontra o principal monumento arqueológico brasileiro.Trata-se de um bloco de granito com 23m de comprimento, coberto por enigmáticas inscrições, esculpidas pelos índios há milhares de anos atrás. Prosseguiremos então para Areia. Essa pequena cidade, também conhecida como a Ouro Preto do Sertão, preserva um interessante casario do século XIX e inicio do XX, assim como engenhos daquela época. Almoço em restaurante da cidade e deslocamento apreciando a caatinga, paisagem extremamente exótica. Chegada no Hotel Fazenda Pai Mateus, no meio da região do Cariri.

3. Dia (Ter) – Cariri

Imagem
Pela manhã caminharemos até “Saca de Lã”. Imensos paralelepípedos de granito formam uma pílula de 15 metros de altura, que desafia a imaginação daqueles que tentam imaginar a sua origem, natural ou feita pelo homem? Hoje teremos uma refeição obedecendo aos rituais indígenas: o prato principal será o delicioso “Bode no Buraco” (cabrito assado em um forno escavado no solo). À tarde visitaremos uma paisagem com formação de granito em área um dia habitada por tribos primitivas, “eremitas” e visitada por cangaceiros. Apreciaremos o espetacular por do sol desta região.

4. Dia (Qua) – Cariri / Vale dos Dinossauros /Brejo das Freiras

Imagem
Pela manhã saída para os bancos do “Lago Shallow”, onde viveram há 120 milhões de anos, os dinossauros do mundo. No vale dos Dinossauros, localizado no município de Souza existem as famosas pegadas de dinossauros incrustadas em seu solo e é considerado um dos mais importantes sítios pré-históricos do mundo.A passagem desses animais no Sertão paraibano há milhões de anos atrás desperta interesse por parte de cientistas brasileiros e do exterior, atraindo também, muitos visitantes.

5. Dia (Qui) – Brejo das Freiras / Canoa Quebrada

Imagem
Pela manhã viagem para visitar o Sitio Arqueológico de Lajeado de Soledade. Encontraremos pequenos “Canyons” e cavernas decoradas com pinturas e gravuras pré-históricas com idade entre 3.000 e 7.000 anos.Aqui foram encontrados fosseis de animais gigantes da idade do gelo. Visita ao Museu Arqueológico e Paleontológico. Continuação até Canoa Quebrada e alojamento.

6. Dia (Sex) e 7. Dia (Sab) – Canoa Quebrada

Imagem
Pela manhã viajaremos para Canoa Quebrada. Desfrutaremos dunas de areia finíssima, falésias coloridas estendendo-se como uma muralha em frente ao mar e ondas de água quente. Um lugar que nos surpreende pela beleza paradisíaca. Seu nome vem, possivelmente, de quando o navegador português Francisco Ayres da Cunha, em 1650, encalhou com seu barco nas rochas. Canoa oferece uma grande variedade de atrações como bares, restaurantes e clubes noturnos. Esta é a praia para quem busca entretenimento. Canoa Quebrada está localizada na costa leste do estado do Ceará a 166 Km da capital Fortaleza. Almoçaremos (opcional) em cabanas a beira mar, passaremos um dia inesquecível.

8. Dia (Dom) – Canoa Quebrada / Ponta do Mel

Imagem
Após café da manhã seguiremos para Ponta do Mel, praia semi-deserta com falésias avistando-se o mar de águas calmas, com pescadores separando peixe e o Farol orientando as embarcações. Da varanda dos chalés apreciaremos o mar azul-turquesa que se mantém sereno e a brisa, constante. Ponta do Mel é um sertão à beira mar. A mistura da areia branca com a terra vermelha do tabuleiro, forma as dunas do rosado, na vizinha Porto do Mangue. A coloração impressiona até o mais viajado turista. As dunas redondas compõem um cenário inesquecível. “É um mirante natural para a imensidão da Costa Branca”. Uma maravilha escondida na esquina do Brasil. Os povoados convivem com a tecnologia utilizada na extração de petróleo e sal.

9. Dia (Seg) – Ponta do Mel / Galinhos / Galo / Tourinhos / São Miguel do Gostoso

Imagem
Galinhos é uma península rodeada por dunas, sal e rio. Aqui o sertão se encontra com o mar. É somente olhar ao redor para ver a vegetação característica da região. Possui mangues, minas de sal e criação de camarões. Aldeia de pescadores desde sua fundação, o nome existe devido a grande quantidade de peixe-galo e da aglomeração da pesca que se formou na praia. Galinhos é somente acessível pelo mar ou em Buggy, quase uma ilha. Um dos trechos mais bonitos do litoral é Tourinhos.

10. Dia (Ter) – São Miguel do Gostoso / Maracajau / Natal + City Tour

Imagem
Hoje também obedeceremos aos níveis da maré continuando com nosso passeio de sol, mar, águas clara e quentes, areias finas e muitas palmeiras. Na Praia de Perobas nos submergiremos nas piscinas naturais de águas rasas e cristalinas. Prove “a moqueca de arraia” no Restaurante Pólo das Águas”, uma especialidade local. Passando por Rio de Fogo, chegaremos a Maracajaú, a nova estrela do turismo Potiguar. S praia é linda, enseada com palmeiras no lado direito. Saboreie “o cocorote” um biscoito feito com farinha de trigo e coco.

11. Dia (Qua) – Natal / Jacumã

Imagem
Localizada a 32 km ao norte de Natal, a praia oferece ótimas condições de banho já que possui uma zona de mar calmo e límpido. Jacumã oferece também um complexo de dunas fixas e móveis de areias brancas e douradas onde o turista pode fazer um passeio emocionante conhecendo também sua lagoa “Lagoa de Jacumã” encravada entre as dunas onde podemos desfrutar dos seus famosos brinquedos: o aerobunda e o skibunda. Em Jacumã você pode degustar de um ótimo cardápio variado no restaurante Naf-Naf, que fica à beira mar! Este é o local mais charmoso do Litoral Norte! Recomendamos passeio de Buggy pelas dunas de Genipabu. O circuito inclui paradas para banho nas águas do lago e em piscinas naturais, e passeio de camelo pelas dunas.

12. Dia (Qui) – Natal / Pipa / João Pessoa

Imagem
Pela manhã seguiremos a Pipa, vila de pescadores descoberta por surfistas na década de 70. Pipa é uma das praias de maior movimento do Estado. Bares e restaurantes animam a vida noturna. A vila de pescadores possui incríveis belezas naturais como as falésias coloridas, areias finíssimas, águas claras e quentes, além de maravilhosos golfinhos que podem ser vistos desde o alto das falésias. O espetáculo começa já na estrada, junto à vizinha Tibau do Sul, com vista rara do Lago desembocando no mar, em meio a falésias avermelhadas. O esplendor da Praia do Madeiro, a serena Baía dos Golfinhos são cenários únicos. A área da reserva ambiental das tartarugas marinhas da Praia das Minas é um santuário ecológico.

13. Dia (Sex) – João Pessoa

Imagem
Pela manhã visita na capital paraibana, repleta de relíquias como igrejas, museus, centros culturais, parques e antigas construções. O Teatro Santa Rosa na Praça Pedro Américo é um dos quatro mais antigos do Brasil, de 1888. O Centro Cultural São Francisco, de 1589, levou quase 200 anos para ficar pronto. Seu conjunto barroco é composto pela Igreja de São Francisco, Convento de Santo Antônio e Museu de Cultura Popular, que tem exposições permanentes de peças do folclore, xilogravuras e arte sacra. Visitaremos a Praia de Picãozinho, um banco de corais cercado de piscinas naturais de águas tão claras que permitem a visão de peixes e outros animais marinhos sob sua superfície. É o lugar ideal para um passeio de barco. Haverá um passeio a Ilha de Areia Vermelha para banho e pôr do sol na Praia do Jacaré.

14. Dia (Sáb) – João Pessoa / Igarassu / Itamaracá

Imagem
Fundada aproximadamente em 1535 pelo fidalgo Duarte Coelho com o nome Vila de Santa Cruz foi elevada à categoria de vila em 1564. Abriga hoje a fascinante igreja de São Cosme Damião, a mais antiga igreja em funcionamento (1535) que fica próxima do terceiro Convento Franciscano instalado no Brasil, o qual guarda um fascinante conjunto de painéis pintados a óleo do século XVIII. Pinturas que contam um pouco da história da cidade. Igarassu está localizada na primeira região explorada durante a colonização portuguesa. Visitaremos a famosa ilha de Itamaracá; A reserva do peixe-boi e o Forte Orange, onde podemos atravessar até a Coroa do Avião para desfrutar o maravilhoso banho de mar, esportes náuticos e os deliciosos frutos do mar.

15. Dia (Dom) – Recife / Olinda

Imagem
Capital de Pernambuco até 1937, Olinda possui importante conjunto arquitetônico colonial e por isso em 1982 seu centro histórico foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. A Fundação de Olinda data de 1535. Olinda foi elevada a vila por Duarte Coelho Pereira, donatário de Pernambuco, que se tornou capital. Visita a pé pelo centro histórico com destaque para Alto e Igreja da Sé (1537), antigo Mercado de Escravos, ladeira e Convento de São Francisco (1585), Palácio Episcopal e o Mosteiro de São Bento que alojou o primeiro curso de direito do Brasil.