Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

1. Dia (Dom) – São Luiz

Imagem
O francês e o português contribuíram para formação da identidade cultural do Maranhã. A natureza e a arquitetura de São Luiz formam um conjunto maravilhoso digno de ser “Monumento Mundial” designado pela UNESCO. Andando através das ruas e subindo suas ladeiras, você será transportado aos tempos coloniais e descobrirá porque, embora seja fundado pelo franceses, São Luiz é a cidade mais portuguesa do Brasil. Após café da manhã visita da cidade, percorrendo a Praça D. Pedro II, Centro Histórico, Palácio dos Leões e La Ravardière, Tribunal de Justiça, Casa Graça Aranha, Catedral, Igrejas de São João, Rosário dos Pretos, da Anunciação, Santo Antônio e dos Remédios.

2. Dia (Seg) – São Luiz / Alcântara

Imagem
Alcântara localiza-se do outro lado da Baía de São Marcos e também é um grande porto local. Após café da manhã seguiremos em lancha. Casas coloniais, igrejas, monumentos, mansões, são testemunhas de uma outra era. Visitaremos rua pavimentada com pedras portuguesas originais, a Ladeira do Jacaré, Igreja das Mercês, Igreja do Desterro, Praça da Matriz, Casa da Câmara e Cadeia, Pelourinho, Museu Histórico, Cavalo de Tróia, Ruínas do Palácio do Imperador, Igreja e Convento do Carmo, Casa da Cultura entre outros locais.

3. Dia (Ter) – São Luiz / Barreirinhas

Imagem
A palavra "natureza" tem uma dimensão nova quando você está no Maranhão. Milhares de lagoas naturais de água doce, formadas pelas águas cristalinas da chuva, espalham-se em centenas de quilômetros de dunas de areia finíssima. Barreirinhas, cidade eleita como porta de entrada para o Parque dos Lençóis, possui uma paisagem quase infinita de deserto com lagoas naturais que enchem os olhos de quem conhece o Parque dos Lençóis Maranhenses. Visita ao Parque dos Lençóis. Percorreremos uma trilha fechada até chegarmos ao Parque. Visitaremos a Lagoa Azul ou Bonita, onde faremos parada para banho.

4. Dia (Qua) – Barreirinhas

Imagem
Pela manhã, saída para passeio em barco de alumínio descendo o Rio Preguiças em direção à Praia do caburé. Os manguezais, às margens do rio, vegetação local típica, fornecem nutrientes e alojamento a milhares de espécies de peixes, crustáceos e muitas outras espécies de animais locais. Apreciaremos as dunas dos Pequenos lençóis: Azalão, Morro do Boi e Vassouras. Em Mandacaru, subiremos no alto farol com seus 216 degraus para fotos panorâmicas da região.

5. Dia (Qui) – Barreirinhas / Delta das Américas / Ilha do Caju

Imagem
Após café da manhã saída para travessia em chalana para Ilha do caju, umas das principais ilhas do Delta das Américas. Se você gosta de dunas ensolaradas e lua cheia sobre o mar...seu lugar é aqui. Estaremos no extremo norte do estado do Piauí. Almoçaremos uma caranguejada no barco, nadaremos nas lagoas das dunas e caminharemos nas praias.

6. Dia (Sex) – Ilha do Caju

Imagem
No Delta do Parnaíba encontraremos uma área de beleza singular, que agrega cerca de 70 ilhas entre dois estados, igarapés formando verdadeiros labirintos, carnaubais, manguezais, dunas e praias desertas fascinantes, além de uma rica fauna. O desenho artístico da natureza, cheio de inspiração e de características exóticas, transformou o Delta do Parnaíba no único das Américas localizado em mar aberto, e no terceiro maior do planeta.

7. Dia (Sáb) – Ilha do Caju / Parnaíba

Imagem
A região inclui ainda cinco baías e um belo cenário humano formado pelos pescadores artesanais e catadores de caranguejo. O local é considerado um santuário ecológico e pólo turístico de âmbito mundial que foi transformado em área de proteção ambiental, com tantas praias, dunas, lagoas, igarapés e ventos fortes. Você pode experimentar passeios off roads, náuticos e esportes radicais, como: Jet Ski, Surf, Kite Surf e Wind Surf. Quem prefere a terra firme poderá fazer caminhadas e cavalgadas. À tardinha travessia em lancha.

8. Dia (Dom) – Parnaíba

Imagem Imagem
Parnaíba atrai por seu clima aconchegante, por seu artesanato rico e pelo centro histórico Porto das Barcas. Parnaíba, indicada para o ecoturismo, é porta de entrada para Luís Correia e Cajueiro da Praia, onde ficam localizadas as mais incríveis praias nativas da região.

9. Dia (Seg) – Parnaíba / Sete Cidades

Imagem Imagem
Após café da manhã saída com destino ao Parque Nacional de Sete Cidades, onde formações rochosas e pinturas rupestres são dignas de visita. O parque é formado por sete agrupamentos de rochas gigantescas: as sete cidades, com vestígios do homem pré-histórico e lendas fantásticas, criadas pelos antepassados dos povos locais. Alojamento para pernoite no Parque.

10. Dia. (Ter) – Sete Cidades.

Imagem Imagem
Café da manhã e saída para exploração do Parque Nacional Sete Cidades. A partir da entrada do parque, podem ser visitadas as pedras conhecidas como Elefante, Tartaruga, Camelo, Soldado Romano, Polegar de Deus, além de outras menos conhecidas. Essas pedras formam o conjunto de sete cidades. Inscrições rupestres também podem ser encontradas em algumas rochas, como a chamada Pedra da Ponte. As características geológicas dão origem à formação de olhos d’água que alimentam o surgimento de alguns rios da região. Pernoite no Hotel.

11. Dia (Qua) – Sete Cidades / Ubajara / Jericoacoara

Imagem Imagem
Seguiremos com destino a Ubajara, um oásis de clima ameno em pleno sertão nordestino. A região das serras e chapadas do Ceará vai deixar você, amante da natureza ou dos esportes de aventura, simplesmente encantado com suas matas exuberantes, nascentes de rios, cascatas, grutas e muito ar puro. Faremos uma trilha até a gruta de Ubajara. A subida poderá ser feita em teleférico, que permite uma visão incrível da chapada. Almoço. À tarde seguiremos para Jericoacoara.

12. Dia (Qui) 13 (Sex) – Jericoacoara

Imagem
Jericoacoara é considerada uma das praias mais bonitas no mundo. Pescadores desenvolvem a pesca artesanal de peixes e camarão, além da captura da lagosta. Existem ainda manguezais com seus caranguejos e uma fauna tão exuberante quanto o artesanato das rendeiras com suas redes, toalhas de mesa e peças com belezas e qualidade inigualáveis. Você encontrará uma praia de beleza original, agregando coqueirais exuberantes, praias de areias brancas e as dunas avermelhadas que acolhem as preguiçosas ondas de suas enseadas naturais.e the lazy warm waves into their natural coves.

14. Dia (Sáb) – Jericoaroara / Lagoinha / Fortaleza

Imagem Imagem
A 104Km de Fortaleza, no município de Paraipaba, Lagoinha é uma das maiores atrações na Rota do Sol Poente. Antigo esconderijo de piratas franceses, Lagoinha é uma tranqüila colônia de pescadores situada num mirante, de onde se aprecia uma exuberante paisagem de coqueiros, praias de areia branca e dunas avermelhadas. Os bares e restaurantes oferecem passeios opcionais de pau-de-arara, combinados com barcos que levam os turistas a conhecer a Lagoa das Almécegas. À tarde seguiremos para Fortaleza.

15. Dia (Dom) – Fortaleza / City Tour

Imagem Imagem
Pela manhã visita à cidade incluindo: Via litorânea com as praias de Iracema Meireles e do Futuro; Museu de Arte e Cultura Popular, Museu Antropólogo, Cultural Metropolitano, Fortaleza Nossa Senhora (séc. XXVII), Teatro José de Alencar e Centro de Turismo; onde é impossível resistir à compra de uma peça do rico artesanato cearense: madeira, couro, cerâmica, rendas “filé” e “labirinto”, essências, licores.