Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

1. Dia (Dom) – Salvador / Tour Histórico

Imagem
Pela manhã visita histórica percorrendo a primeira capital do Brasil. Salvador de inúmeros pontos turísticos e históricos, dentre eles: o Largo do Pelourinho, com um conjunto arquitetônico colonial dos mais importantes do país; a Igreja São Francisco de Assis (1686), inteiramente revestida em ouro; Igreja do Bonfim (1745), a mais famosa na decoração dos baianos; Paço Municipal; Largo e corredores da Vitória; Teatro Castro Alves, no núcleo primitivo da cidade; Fortes de São Pedro, de São Marcelo e Mont Serrat; conjunto arquitetônico Solar do Unhão, Terreiro de Jesus, Estação Marítima Freire de São Joaquim; Basílica de Conceição da Praia; Mercado Modelo e Elevador Lacerda.

2. Dia (Seg) – Salvador / Mangue Seco / São Cristóvão / Aracaju

Imagem
Pela manhã saída para Mangue Seco. Na terra de Tieta do Agreste, personagem inesquecível de Jorge Amado. A areia invadindo os coqueiros e o mar é impressionante. Em Sergipe, a 23 km da capital, está a quarta cidade mais antiga do Brasil: São Cristovão, primeira capital de Sergipe, posto que perdeu em 1855, quando o então Presidente da Província, Inácio Joaquim Barbosa, transfere a capital para Aracaju. Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional desde 1939, São Cristóvão desenvolve-se segundo o modelo urbano português. O casario guarda nas fachadas a divisão social do Brasil Colônia, na cidade alta construções do poder civil e religioso, no centro o porto e a população de poucos recursos.

3. Dia (Ter) – Aracaju / Penedo – Tour Histórico + Foz de São Francisco / Maceió.

Imagem
Depois do café da manhã Penedo, caminharemos por entre as paisagens históricas da cidade, criada em 1560 às margens do Rio São Francisco. Penedo é uma fortaleza histórica onde arquitetura, paisagens e cultura são bem preservados, uma referência do tempo colonial brasileiro. A maior parte do seu centro histórico é do século XVII, tombado como Patrimônio Histórico Nacional. Caminharemos por suas ruas e sentiremos como se voltássemos no tempo. Em seguida, catamarã, rumo à paradisíaca Foz do "Rio São Francisco" com suas águas profundas e verdes. O velho "Chico" é um ícone que faz parte da cultura do povo de "Penedo". Ancorados no estuário, poderemos caminhar pelas dunas e nos banhar em suas águas.

4. Dia (Qua) – Maceió / Marechal Deodoro / Praia do Francês

Imagem
Pela manhã visita Marechal Deodoro, cidade histórica a 31 Km de Maceió com importante patrimônio arquitetônico, artístico e religioso do Brasil colonial. A cidade foi fundada em 1522 e construída entre o oceano e a Lagoa Manguaba. Aqui nasceu o Mal. Deodoro da Fonseca, proclamador da República e primeiro presidente do Brasl. Os estilos Barroco e Colonial foram cuidadosamente preservados nos prédios, igrejas e casario. As principais atrações são o Convento de S. Francisco (1684), a Igreja Matriz de N.S. da Conceição (1755) e o Museu de arte Sacra, instalado em convento franciscano do séc. XVIII. A lagoa Manguaba possui ilhotas de mangue com passeios de barco e bares. Em seguida, iremos à Praia do Francês com suas águas tépidas e cristalinas.

5. Dia (Qui) – Maceió / City Tour / Ilha da Croa

Imagem
Pela manhã, visita da capital alagoana, Praias de Pajuçara, Jatiuca e Sete Coqueiros, Praça e Igreja dos Martírios, Palácio do Governo, Mirante de Santa Terezinha, Catedral, Lagoas de Mundaú e Manguaba, Pontal da Barra, onde se destaca o artesanato de rendas "filé" e "labirinto". Seguiremos com destino ao litoral norte, indo pela Barra de Santo Antônio e em catamarã para a Ilha da Croa e seus mangues, uma Reserva Natural. Aqui encontraremos alguns dos melhores restaurantes da costa norte, onde os visitantes são servidos em quiosques com vista pro mar. Sugerimos (opcional) passeio de Jeep na Praia de Carro Quebrado e suas belíssimas falésias. A grande atração são os paredões vistos inteiros na maré baixa.

6. Dia (Sex) – Maragogi

Imagem
O litoral norte alagoano possui bancos de recifes de corais, extensos coqueirais e praias primitivas Maragogi é a última parada do litoral de Alagoas, especial para amantes de mergulho, se localiza a 136Km da capital Maceió. Os turistas podem pegar um barco às chamadas Galés, que são arrecifes ricos em flora e fauna. Os guias dizem que Maragogi tem o maior banco de corais contínuo da América. Corais com muitas tonalidades dão um colorido especial às águas. Durante a maré baixa a água não passa de 1,5m de altura. Chegando às piscinas nos encontraremos num aquário natural gigante repletos de peixes e outros animais marinhos. Para os que gostam de mergulhar, os guias alugam usualmente snorkels e óculos de mergulho, imperdível.

7. Dia (Sáb) - Maragogi / Porto de Galinhas / Recife.

Imagem
Depois do café da manhã, continuaremos a Porto de Galinhas, paraíso que encanta a todos, um nos maiores atrativos turísticos do estado de Pernambuco. Paisagem paradisíaca com águas cristalinas habitadas por inúmeros peixinhos coloridos, rodeada por recifes de corais. Um lugar onde a natureza é esplêndida. Turistas podem tomar uma jangada até as piscinas naturais ricas em fauna e flora. Muitos peixes e corais coloridos dão à água uma coloração especial. Caranguejos e grandes áreas de mangue são comuns em nosso itinerário. Uma boa visita é ao Projeto Hippocampus, que cultivam e preservam cavalos-marinhos, e está aberto diariamente para visitação no manguezal Maracaípe, que é uma praia vizinha a Porto de Galinhas onde os surfistas encontram boas ondas.

8. Dia (Dom) - Recife / Tour Histórico / Olinda

Imagem
Em 1637, Maurício de Nassau assumiu o governo de Pernambuco. Liderou uma revolução urbana no Recife: muitas ruas e pontes foram construídas. Visitaremos a cidade, incluindo a Praia e Igreja de Boa Viagem, Rios Capibaribe e Beberibe e suas pontes, Capela Dourada. Passagem pelo Forte das Cinco Pontas, Ruas do Sol e da Aurora, Forte do Brum, Pátio de São Pedro, Campo das Princesas, Ponte Maurício de Nassau (local da mais antiga do Brasil). Visitaremos Olinda, Capital de Pernambuco até 1837, possui importante conjunto arquitetônico colonial e por isso em 1982 seu centro histórico foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, Cidade Monumento Histórico e Artístico Universal.