Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

1. Dia (Dom) - Recife / Tour Histórico/ Olinda

Imagem
Visita da cidade, incluindo a Praia e Igreja de Boa Viagem, Rios Capibaribe e Beberibe e a Capela Dourada. Passagem pelo Forte das Cinco Pontas, Ruas do Sol e da Aurora, Forte do Brum, Pátio de São Pedro, Campo das Princesas, Ponte Maurício de Nassau (local da mais antiga do Brasil). Visita a Olinda – cidade monumento histórico e artístico universal (título concedido pela Unesco), Alto e Igreja da Sé (1537), antigo mercado de Escravos, Ladeira e Convento de São Francisco (1585), Palácio Episcopal. Tempo livre para compra de artesanato. Sugerimos passeio de escuna pelos Rios Capibaribe e Beberibe para apreciarmos a Veneza Brasileira (opcional).

2. Dia (Seg) – Recife / Ingá / Areia / Cariri

Imagem
Após café da manhã, seguiremos para Ingá, onde se encontra o principal monumento arqueológico brasileiro.Trata-se de um bloco de granito com 23m de comprimento, coberto por enigmáticas inscrições, esculpidas pelos índios há milhares de anos atrás. Prosseguiremos então para Areia. Essa pequena cidade, também conhecida como a Ouro Preto do Sertão, preserva um interessante casario do século XIX e inicio do XX, assim como engenhos daquela época. Almoço em restaurante da cidade e deslocamento apreciando a caatinga, paisagem extremamente exótica.Chegada no Hotel Fazenda Pai Mateus, no meio da região do Cariri.

3. Dia (Ter) – Cariri/Cabaceiras

Imagem
Pela manhã caminharemos até “Saca de Lã”. Imensos paralelepípedos de granito formam uma pílula de 15 metros de altura, que desafia a imaginação daqueles que tentam imaginar a sua origem, natural ou feita pelo homem? Hoje teremos uma refeição obedecendo aos rituais indígenas: o prato principal será o delicioso “Bode no Buraco” (cabrito assado em um forno escavado no solo). À tarde visitaremos uma paisagem com formação de granito em área um dia habitada por tribos primitivas, “eremitas” e visitada por cangaceiros. Apreciaremos o espetacular por do sol desta região.

4. Dia (Qua) – Cariri / Vale dos Dinossauros

Imagem Imagem
Pela manhã nos dirigiremos até cidade Bravo onde encontramos montanhas de granito decoradas com pequenos lagos. Essas formações e contrastes tornam a paisagem extremamente exótica e atraente. Animais pré-históricos extintos (como mastrodontes e tigres dentes de sabre) habitaram esta área, deixando relíquias enigmáticas em sua passagem. Almoço no rancho e à tarde partiremos para alojamento no hotel Brejo da Freiras, estância termal com propriedades terapêuticas.

5. Dia (Qui) – Vale dos Dinossauros

Imagem
Pela manhã saída para os bancos do “Lago Shallow”, onde viveram há 120 milhões de anos, os dinossauros do mundo. No vale dos Dinossauros, localizado no município de Souza existem as famosas pegadas de dinossauros incrustadas em seu solo e é considerado um dos mais importantes sítios pré-históricos do mundo.A passagem desses animais no Sertão paraibano há milhões de anos atrás desperta interesse por parte de cientistas brasileiros e do exterior, atraindo também, muitos visitantes.

6. Dia (Sex) – Vale dos Dinossauros / Mossoró

Imagem Imagem
Pela manhã viagem para visitar o Sitio Arqueológico de Lajeado de Soledade. Encontraremos pequenos “Canyons” e cavernas decoradas com pinturas e gravuras pré-históricas com idade entre 3.000 e 7.000 anos.Aqui foram encontrados fosseis de animais gigantes da idade do gelo. Visita ao Museu Arqueológico e Paleontológico. Continuação até Mossoró e alojamento.

7. Dia (Sáb) – Mossoró / Canoa Quebrada / Fortaleza

Imagem Imagem
Pela manhã viajaremos para Canoa Quebrada. Desfrutaremos dunas de areia finíssima, falésias coloridas estendendo-se como uma muralha em frente ao mar e ondas de água quente. Almoçaremos (opcional) em barracas na beira mar e passaremos um dia inesquecível. Continuação até Fortaleza.

8. Dia (Dom) – Fortaleza / Cumbuco

Imagem
A principal atração da Praia de Cumbuco são as dunas de areia branca e fina. Ali, todo mundo passeia de bugre (opcional) e desce de esquibunda(opcional), o esporte mais popular do Ceará onde você desliza duna abaixo sentado (ou em pé) numa tábua parecida com um skate. Já os passeios de bugre podem ser feitos “com ou sem emoção”, prepare-se para enfrentar dunas radicais de até dez metros de altura (opcional).

9. Dia (Seg) – Fortaleza / Ubajara / Camocim

Imagem Imagem
Pela manhã seguiremos com destino a Ubajara, um oásis de clima ameno em pleno sertão nordestino. A região das serras e chapadas do Ceará vai deixar você, amante da natureza ou dos esportes de aventura, simplesmente encantado com suas matas exuberantes, nascentes de rios, cascatas, grutas e muito ar puro. Faremos uma trilha até a gruta de Ubajara. A subida poderá ser feita em teleférico, que permite uma visão incrível da chapada. Almoço. À tarde seguiremos para Camocim.

10. Dia (Ter) - Camocim / Jericoacoara

Imagem Imagem
Pela manhã seguiremos com destino a Jericoacoara. Jericoacoara é considerada uma das praias mais bonitas no mundo. Pescadores desenvolvem a pesca artesanal de peixes e camarão, além da captura da lagosta. Existem ainda manguezais com seus caranguejos e uma fauna tão exuberante quanto o artesanato das rendeiras com suas redes, toalhas de mesa e peças com belezas e qualidade inigualáveis.

11. Dia (Qua) – Camocim / Parnaíba / Delta das Américas / Ilha do Caju

Imagem
Café da manhã e saída para passeio de barco pelo Delta das Américas. No Delta do Parnaíba encontraremos uma área de beleza singular, que agrega cerca de 70 ilhas entre dois estados, igarapés formando verdadeiros labirintos, carnaubais, manguezais, dunas e praias desertas fascinantes, além de uma rica fauna. Nada traduz a emoção de conhecer tudo isso pessoalmente. O desenho artístico da natureza, cheio de inspiração e de características exóticas, transformou o Delta do Parnaíba no único das Américas localizado em mar aberto, e no terceiro maior do planeta. Parada para banho nas lagoas das dunas e praias com passagem pelos manguezais. Carangueijada no barco. Pernoite na Ilha do Caju.

12. Dia (Qui) – Ilha do Caju / Parnaíba / Sete Cidades

Imagem
Café da manhã na pousada e dia livre para atividades pessoais. Aproveite os passeios pré-programados pela equipe local e conheça este habitat único na América. A região inclui ainda cinco baías e um belo cenário humano formado pelos pescadores artesanais e catadores de caranguejo. O local é considerado um santuário ecológico e pólo turístico de âmbito mundial que foi transformado em área de proteção ambiental, com tantas praias, dunas, lagoas, igarapés e ventos fortes. Você pode experimentar passeios off roads, náuticos e esportes radicais, como: Jet Ski, Surf, Kite Surf e Wind Surf. Quem prefere a terra firme poderá fazer caminhadas e cavalgadas. Saída à tarde em lancha para a cidade de Parnaíba.

13. Dia (Sex) – Sete Cidades

Imagem Imagem
Café da manhã e saída para exploração do Parque Nacional Sete Cidades. A partir da entrada do parque, podem ser visitadas as pedras conhecidas como Elefante, Tartaruga, Camelo, Soldado Romano, Polegar de Deus, além de outras menos conhecidas. Essas pedras formam o conjunto de sete cidades. Inscrições rupestres também podem ser encontradas em algumas rochas, como a chamada pedra da Ponte. As características geológicas dão origem à formação de olhos d’água que alimentam o surgimento de alguns rios da região. Pernoite no Hotel.

14. Dia (Sáb) – Sete Cidades / Teresina

Imagem Imagem
Manhã livre. À tarde seguiremos para Teresina (PI). Teresina é a única capital nordestina que não se localiza a beira-mar vive de suas praias fluviais e das lendas que nascem das águas ribeirinhas, como a do Cabeça-de-Cuia. Pernoite no Hotel.

15. Dia (Dom) – Teresina

Imagem
Após café da manhã faremos passeio turístico pela cidade. Apreciaremos artesanatos e o folclore teresinense. O artesanato apresenta características da arte santeira (fibras e palhas), nas esculturas (cerâmica), na tecelagem (fios de algodão) ou nas rendas e bordados. O folclore de Teresina guarda as manifestações culturais de sua população, como o bumba-meu-boi, que expressa a época da colonização e ocupação das terras nordestinas. Visita a floresta fóssil e ao encontro dos rios Parnaíba e Poty.