Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

1. Dia (Dom) – Recife / Tour Histórico / Olinda

Imagem
Em 1637, Maurício de Nassau assumiu o governo de Pernambuco. Liderou uma revolução urbana no Recife: muitas ruas e pontes foram construídas. Visitaremos a cidade, incluindo a Praia e Igreja de Boa Viagem, Rios Capibaribe e Beberibe e suas pontes, Capela Dourada. Passagem pelo Forte das Cinco Pontas, Ruas do Sol e da Aurora, Forte do Brum, Pátio de São Pedro, Campo das Princesas, Ponte Maurício de Nassau (local da mais antiga do Brasil). Visitaremos Olinda, Capital de Pernambuco até 1937, possui importante conjunto arquitetônico colonial e por isso em 1982 seu centro histórico foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, Cidade Monumento Histórico e Artístico Universal.

2. Dia (Seg) – Recife / Maragogi / Maceió

Imagem
O litoral norte alagoano possui bancos de recifes de corais, extensos coqueirais e praias primitivas> Maragogi é a última parada do litoral de Alagoas, especial para amantes de mergulho, se localiza a 136Km da capital Maceió. Os turistas podem pegar um barco às chamadas Galés, que são arrecifes ricos em flora e fauna. Os guias dizem que Maragogi tem o maior banco de corais contínuo da América. Corais com muitas tonalidades dão um colorido especial às águas. Durante a maré baixa a água não passa de 1,5m de altura. Chegando às piscinas nos encontraremos num aquário natural gigante repletos de peixes e outros animais marinhos. Para os que gostam de mergulhar, os guias alugam usualmente snorkels e óculos de mergulho, imperdível.

3. Dia (Ter) – Maceió / Marechal Deodoro / Praia do Francês

Imagem
Visitaremos Marechal Deodoro, cidade histórica a 31 km de Maceió com importante patrimônio arquitetônico, artístico e religioso do Brasil colonial. Aqui nasceu o Mal. Deodoro da Fonseca, proclamador da República. As principais atrações são o Convento de S. Francisco (1684), a Igreja Matriz de N. S. da Conceição (1755) e o Museu de arte Sacra, instalado em convento franciscano do séc. XVIII. A cidade fica ao lado da Lagoa Manguaba com ilhotas de mangue, passeios de barco e bares. Iremos a Praia do Francês com suas águas tépidas e cristalinas.

4. Dia (Qua) – Maceió / Tour Histórico + Foz do São Francisco /Penedo

Imagem
oz do "Rio São Francisco" com suas águas profundas e verdes. Para sentir de perto o fascínio do velho "Chico" é preciso encontrar o rio, navegando através de suas correntezas, observando a “cidade rochedo” que surge imponente, com seu patrimônio arquitetônico e cultural. O Rio São Francisco é um ícone que faz parte da cultura do povo de "Penedo". Realizaremos a pé visita histórica por Penedo que é um Forte Histórico onde a arquitetura, paisagens e cultura estão bem preservadas. Caminhar pelas ruas calmas da cidade, observando os detalhes arquitetônicos de escolas e estilos como o barroco e o colonial, é o mesmo que viajar no tempo e voltar à época do Império.

5. Dia (Qui) – Penedo / Catamarã Canyons / Xingó

Imagem
Em Penedo caminharemos para ver as paisagens históricas da cidade. Penedo é uma fortaleza histórica onde a arquitetura, as paisagens e a cultura são todos bem preservados, localizado às margens do São Francisco, é uma referência do tempo colonial brasileiro. Faremos passeio em Catamarã pelos Canyons do São Francisco, passando pelas formações rochosas (Pedra do Japonês e do Gavião), Morro do Macaco, Paraíso do Talhado e mergulharemos em suas águas verdes; deleitando-se com uma paisagem fulgurante de todo Cânion que margeia o Velho Chico. Almoço no Restaurante Karrancas e visita ao Museu Antropológico de Xingo. Alojamento em Xingó.

6. Dia (Sex) – Xingo / Paulo Afonso

Imagem Imagem
Pela manhã visita em carroça puxada por trator ao Raso da Catarina, reserva biológica em meio ao sertão, com formações rochosas esculpidas pelo vento que ladeiam a trilha do cânion da Baixa do Chico. Abriga espécies da flora e fauna típicas da caatinga. Caminharemos pelo cânion por 3 horas. Sugerimos aos mais aventureiros bungee jump na ponte D. Pedro (85m) sobre o Rio São Francisco.

7. Dia (Sáb) – Paulo Afonso / Águas Belas / Garanhuns

Imagem Imagem
Viajaremos com destino à aldeia de índios Fulni-ô, que ainda conserva a língua e muitos costumes dos seus ancestrais. Visitaremos a igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição (séc XVIII) e uma das maiores feiras ao ar livre do estado. Conheceremos como vivem os índios e os atuais nordestinos. Continuação para alojamento em Garanhuns, importante estação de férias e repouso do nordeste brasileiro. Apreciaremos a antiga estação ferroviária e o Povoado do Castainho, comunidade negra remanescente do quilombo dos Palmares. Em cada dez brasileiros, três são negros ou mulatos e sobre eles ainda pesa a herança de quase quatro séculos de cativeiro.

8. Dia (Dom) – Garanhuns / Porto de Galinhas / Recife

Imagem
Pela manhã seguiremos em direção a Porto de Galinhas. Considerada a praia mais bonita do Brasil, Porto de Galinhas oferece uma areia branquinha, uma interminável muralha de coqueiros e um marzão verde-esmeralda que só vendo. Na maré baixa, surgem as famosas piscinas naturais (jangada opcional), emolduradas pelos corais, com água transparente e peixinhos coloridos, que adoram vir comer pedaços de pão na mão. A melhor alternativa é explorar as belezas em um passeio de jangada, que só é possível de se realizar na maré baixa.